21 de novembro de 2011

Caminhando no labirinto com os óleos essenciais

Entrar num labirinto espontaneamente, caminhar despreocupada, mas atentamente. Entrar com uma questão e sair com a solução.

Há mais de dez dias recebi uma encomenda para fazer um aroma com a finalidade de ser usado em uma meditação feita no Labirinto. É claro que para começar, vamos saber como funciona.

Na Antiga Grécia, as pessoas que procuravam a cura no Templo de Asclépio – deus da Medicina -, precisavam passar por algumas etapas antes de saber como seria o tratamento. Eram atividades como teatro, passando pela tragédia e pela comédia, onde se daria a catarse, que segundo Aristóteles, era uma espécie de comoção que promoveria a melhora ou mesmo a cura do paciente.

Outra atividade indicada era a caminhada por um labirinto, visando, ambas as atividades provocar no caminhante um estado que o facilitaria a sonhar com o próprio deus Asclépio, que indicaria o processo terapêutico ao qual deveria ser submetido. Para isso, ele dormiria em um espaço reservado no próprio Templo, o que facilitaria no dia seguinte submeter-se a uma consulta com os sacerdotes, que a partir das indicações do sonho, elaborariam um guia terapêutico para o paciente.

Estou contando tudo isto para registrar a sincronicidade que aconteceu. Essa meditação do labirinto é uma das mais fortes que até então já fiz. Deixo aqui bem claro que sou uma “meditadora de carteirinha”. A Dra. Rose Lane Romero já trabalha com o labirinto há muitos anos, e eu, tive o privilégio de ser uma das primeiras pessoas aqui no Rio de Janeiro a fazer o Caminho do Labirinto.

Realmente, deu uma virada boa na minha energia e disposição. Assim, resolvi marcar uma nova sessão, já que passaram-se alguns anos. Para minha alegria, deu-se a encomenda do aroma do labirinto. Até aí, tudo normal, seria mais um aroma personalizado com propósito específico.

Dez dias se passaram, quer dizer, nove dias para ser exata, e o que acontece? Antes que eu tivesse a inspiração para fazer o aroma, claro que imaginei várias sinergias, de forma técnica, a fim de fazer o melhor possível.   Na noite passada sonhei que estava em uma espécie de templo onde eu misturava várias ervas, juntava florais, pedras semi-preciosas e pronto, a sinergia estava feita.

Quando acordei, a primeira coisa que fiz, ainda sob os efeitos do sonho, foi juntar todos os óleos essenciais com os quais sonhei e pronto! – dever cumprido. O mais interessante, é que depois de feita, como é meu costume quando uma sinergia fica pronta através da intuição e não da técnica, vou estudar seus efeitos como um todo e de cada óleo especificamente.

Vou falar apenas um deles, pois achei outra sincronicidade, que foi o óleo essencial de Artemísia.

Energeticamente ela traz força e unidade, trabalha as forças do feminino, principalmente para mulheres que precisam exercer tarefas diárias próprias do masculino a não se sentirem enfraquecidas. Trabalha a sensibilidade para a descoberta de novos caminhos, no qual nunca se sentirá só, fazendo-se boa companhia a partir do chacra cardíaco.

A Artemísia é conhecida desde a Antiguidade como erva para ajudar no trabalho de parto, o que no nível energético, ajuda a darmos vida àquela parte do ser que se encontra escondida pelo cansaço cotidiano, trazendo um contacto com o centro de nós mesmos.

Bem, acho que para quem entrar no Labirinto com esse aroma, a erva do Caminho será de grande ajuda, além da rosa branca que ali também se encontra a fim de elevar as vibrações. E os outros óleos essenciais utilizados, só descobrirá quem fizer o Caminho do Labirinto e tiver uma sensibilidade olfativa privilegiada. Sabem por quê? É segredo profissional, que me foi contado em sonho. Será que foi por Asclépio? Estou brincando, mas que foi super sincronístico, lá isso foi!

Artigo escrito por Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é perfumeterapeuta com experiência na elaboração de perfumes personalizados segundo o equilíbrio dos 4 Elementos. Seu trabalho define-se como "Aromaterapia e Espiritualidade.

Comentários

Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é professora de inglês por formação e aromaterapeuta por vocação. Escolheu dentre todas as possibilidades que a Aromaterapia apresenta, elaborar perfumes personalizados como item de “cuidados pessoais”. Para tal utiliza diversas ferramentas de investigação energética e emocional, fazendo anamnese profunda e testes olfativos. Dentre tais ferramentas podem ser encontrados a Carta Natal do cliente, o estudo dos setênios ou a leitura de oráculos com abordagem alquímica. Todos os produtos são elaborados com ervas e óleos essenciais da melhor qualidade, sem quaisquer aditivos químicos.

E-mail para contato