11 de maio de 2020

Filhos da Mãe Primordial

Gaia com sua força incontrolável clama por equilíbrio. Atenda!

Talvez ainda seja estranho para alguns ouvir a expressão “Mãe Terra“. Amar a própria mãe,  muitas vezes pode ser difícil,  devido ao raciocínio. Podem surgir exigências, questionamentos e autocobranças. A partir disso, culpas. As pessoas falam tanto em “mães como santas”, que cria um distanciamento humano. O indivíduo estará sempre aquém, longe da mãe. Seu amor? Ele pode até não entender.

Pois é, a cura é permitir-se amar com os neurônios que existem no coração –  pulsa, reverbera,  circula, expande e cura. É a liberdade de amar, e vemos como é simples. Mas quando amamos com o coração e o comando insiste em migrar para a mente,  a coisa degringola (gostaram da palavra?   minha mãe usava muito).

Sim, porque quando chega na cabeça,  o amor não fica confortável,  ali tem muito fluxo de gente, situações,  problemas,  zonas de sombra…  e ele, que quer se expandir,  não encontra espaço,  acaba muitas vezes por se adaptar e se perde no meio dos pensamentos “pegando” os vícios do lugar.  Quer explicações,  quer que tudo se encaixe e seja a seu favor. Todo o pensamento daquela cabeça parte de si mesma e quer de volta aquilo que planejou,  acreditou ou mesmo inventou. Isto para bem, ou não.

A Mãe Terra é a origem. Ela abrigou a sua,  a minha, a mãe  de todos.  Ela nos dá solo, alimento e alento. Ela aquece em seu seio as sementes que virão a nos alimentar, ela fornece nutrientes e morada para toda espécie de vida, incluindo nosso próprio alimento e medicina. Gaia é coração.

Quem sabe, pensando melhor,  desta vez com a mente mesmo, possamos perceber que uma das Leis mais claras da Vida é a de Causa e Efeito.Toda causa tem seu efeito, todo o efeito tem sua causa, existem muitos planos de causalidade mas nenhum escapa à Lei”. – 7º. Princípio Hermético.

Se a doença é a Natureza em desequilíbrio,  qual seria o medicamento que a curaria? O equilíbrio da Natureza. À propósito, você também é Natureza.

A sua  natureza o curará e protegerá. Não  espere o milagre vir de fora – seja você mesmo o milagre, cuidando-se, vigiando o que sente. Ame sua mãe,  esteja ela em que dimensão estiver, agradeça e volte seu olhar para a Mãe Terra que nos acolhe a todos. Sua mãe não seria possível sem a Mãe Primordial, Gaia. E se não houvesse sua mãe, você… oh, sim, não estaria falando com ninguém, pois você não existiria… Nem eu…

Sinta,  expanda o Amor e agradeça cuidando dela. Bem tratada, ela nos afaga e se doa melhor. Nem que seja por motivos egoísticos, cuide. E, lembre… uma mãe zangada e ferida não lhe dará o que precisa.  Ela vive a própria Lei. – Gaia é Justiça.

Se agredirmos a Terra, ela apenas reagirá – ação e reação – (Lei) e se há  algo do que não devemos duvidar, é da Justiça Divina, ou da Natureza, como queira. Caso ainda resista, esta é a terceira Lei de Newton e não se fala mais nisso. – Gaia é instinto.

Podemos ver que os Elementos sussurraram como vento dando recados, não escutamos  de tão distraídos com nossos próprios interesses, que ele  resolveu enfatizar sua “fala” e gritou como vendavais, maremotos e tempestades.

A Água se acumulou, tentou se segurar com tanta emoção desencontrada, se manifestou em chuva, em tempestades descontroladas,  desaguaram nos rios e mares, que ao receberem tanta dor, não deram conta – transbordaram e destruíram casas, sonhos,  cidades e vidas. O Fogo, por sua vez, já não tem tanta paciência.

Foi confabular com o Ar e ambos perderam as estribeiras, a paciência com a humanidade e o pior, perderam os limites. Muitas queimadas, muita Natureza destruída para prejuízo de todos nós, Natureza.

Na verdade, Ela bem que tentou ser sutil, mas não a demos ouvidos, e ela, que nos abriga, alimenta e cura, convocou os 4 Elementos que pelo  Ar  mandou um vírus para que pudéssemos nos dar conta de que cada inspiração é alimento, cada expiração é limpeza, que respirar é estar vivo e portanto  devemos agradecer. Um grito forte, alto, doloroso, jamais castigo. É a Natureza reivindicando equilíbrio, para todos nós!

Vida é oportunidade de evolução de um mundo melhor. Onde? Na Casa Materna   chamada Terra, ou Gaia. A Mãe Terra não irá passar a mão em sua cabeça quando você cuspir no chão  de casa – é o que está acontecendo -, ela não o colocará de castigo, não baterá em você.  Ela te ensinará com os meios mais eloquentes possíveis: o exemplo na pele. Importante atentar para o detalhe: não conhecemos seus critérios e sua força é indomável – Natureza… Ela não escolhe, nem mede, ela É. – Gaia é Sabedoria

Ame com o coração,  sinta sua pulsação e pense com ele: para seu próprio interesse – cuide da sua Mãe,  cuide dos filhos dela, pois ela doente, você adoece,  se ela morre aos poucos,  você certamente irá antes e não gozará dos frutos que ela deixar em testamento.

Ah… não haverá testamento, pois Ela fingirá  morrer e voltará.   É esta a herança, por isto ela reage, para o seu  bem,  para o meu bem e de toda a Humanidade. Gaia é uma Força, uma entidade, um espírito, uma energia, portanto, não morre! Adoece, adoecendo toda a Natureza. Só se recupera, se desintoxicando – a que custo? Estamos vendo…! e fazemos faz parte disto. Cuide e esteja aqui para vê-la regenerar-se, seja parte disso! Gaia é Milagre!

A Força de Gaia só ela conhece, portanto se você crê que não será atingido pela Sra. Consequência – é este nome que Ela está usando atualmente -, não baterá à sua porta, por favor, só diga se você ama alguém. Então, alô, Mulheres Maravilha e Super Homens que andam por aí pelas ruas como se nada estivesse acontecendo: se você ama alguém, cuide-se por ele. Aliás, estamos falando de mães. Se você tem a sua, cuide-se e estará cuidando dela. Se não a tem mais por aqui, há de haver alguém que você ame. Você mesmo serve, na falta de opção. Mas neste caso, bem… cuide-se mais ainda.

Uma pergunta básica, já que falamos de amor – você já se apaixonou algum dia? Então você me entende – força incontrolável, tempestade, vulcão, furacão,… Você é um e a Terra é Todos. Assim, avalie  essa  Poderosa Senhora lutando pelo amor à Vida, à própria vida, que inclui a sua!

Sim, há os que debocham da Terra e seu “temperamento”, à estes, as Leis da Natureza – se há algo que é certo é que se alguém plantar jiló não colherá morangos. E como sábia que é, ela sempre ensinará suas lições pela didática mais natural do mundo-  vai direto ao ponto onde você irá  sentir mais rápido e profundo,  que é seu ponto sensível. 

Assim, não precisa rogar praga para os estúpidos que não percebem e pensam com a mente no setor das finanças e do poder, cujos cérebros estão no próprio umbigo.  Ali as crenças se cristalizam – sofrem do não sentir-. A Natureza cura e responde ao seu tempo e vai direto ao ponto chave, ela tem seus métodos.

Ela se regenera,  ressuscita. Quanto a nós,  respeitemos, cuidemos e agradeçamos com o coração para usufruirmos de todo o conhecimento possível nesse Lar terreno, na Casa da Mãe, onde temos alimento, proteção e cura. Façamos nossa parte. A palavra para abrir esta porta é Amor, pode acreditar. Comece por você mesmo. Gaia é Infinito.

A exemplo de famílias grandes, cada um tem uma tarefa a desempenhar na “Casa” – a mãe cuida das crianças, as crianças cuidam dos animais – umas limpam, outras alimentam; a mãe prepara o alimento – um dos filhos corta os legumes, o outro lava a louça; o pai cuida das reformas da casa, a filha mais velha ajuda na horta, até os avós cuidam dos jardins. Na Casa da Mãe não há almoço grátis, só porque é justo – é o equilíbrio de forças que mantem a estrutura funcionando. Simples assim? Talvez não. Gaia é Mistério.

Façamos a nossa parte. Comecemos cuidando de Nós Mesmos. Fique em casa, se puder. Caso não possa, cuide-se, proteja-se com carinho.

Óleo Essencial: benjoim  – Artigo escrito em 2018 – está mais do que apropriado para ser lido hoje!

Artigo escrito por Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é perfumeterapeuta com experiência na elaboração de perfumes personalizados segundo o equilíbrio dos 4 Elementos. Seu trabalho define-se como "Aromaterapia e Espiritualidade.

Comentários

Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é professora de inglês por formação e aromaterapeuta por vocação. Escolheu dentre todas as possibilidades que a Aromaterapia apresenta, elaborar perfumes personalizados como item de “cuidados pessoais”. Para tal utiliza diversas ferramentas de investigação energética e emocional, fazendo anamnese profunda e testes olfativos. Dentre tais ferramentas podem ser encontrados a Carta Natal do cliente, o estudo dos setênios ou a leitura de oráculos com abordagem alquímica. Todos os produtos são elaborados com ervas e óleos essenciais da melhor qualidade, sem quaisquer aditivos químicos.

E-mail para contato