19 de abril de 2018

Hortelã Pimenta – A erva do movimento

Uma erva que traz um recado: "Fica frio, irmão!" "Não esquenta!"

Se começarmos a falar sobre essa erva, hortelã pimenta, ou Mentha piperita, jogando nosso foco na mitologia, já teremos uma  boa ideia de sua função, não só em termos de saúde, como de comportamento.

Existe na mitologia um babado de que Persephone, a mulher de Plutão tinha ciúmes de uma ninfa chamada Minta – porque rolava um boato de que ela tinha um caso com o poderosão do submundo.

A fim de ter certeza de que não correria o risco de perder seu marido, nem o status de rainha do Hades (caramba… tem gosto pra tudo, né?) Persephone correu atrás e transformou a bela ninfa em uma erva perene de aroma inconfundível.

Essa é uma das diversas versões, mas mitologia é igual a fofoca nos dias de hoje, cada um conta sob o seu ponto de vista e conveniência. Sem contar com as invenções para dar mais impacto.

Eu mesma, já soube de uma versão de que Plutão é que andava perseguindo a “pobrezinha da ninfa”, que fugia dele, mas a mulher de Plutão resolveu a questão transformando-a em erva. Ok, o resultado é que ela não era uma erva qualquer.

Seu aroma faz coisas incríveis! Para começar, é uma das mais indicadas em casos de traumas. A simples inalação de seu óleo essencial em casos de estresse extremo, choques e falta de ar devido à ansiedade já pode ser o bastante para trazer o indivíduo de volta ao aqui e agora para poder enfim reagir.

Seu principal princípio ativo, o mentol, tem uma capacidade não só analgésica como também anestésica.

Vamos considerar que temos um “estomago psicológico”. E é exatamente nele que o óleo de hortelã pimenta age. Ajuda a “engolir, digerir, processar e até expelir” aquilo que não nos é útil. Nesse sentido, podemos lembrar que é vermífugo, contra gases, náuseas e além disso, é de excelente ajuda aos intestinos e ao fígado.

Renovação de ideias, clareza mental, grande amigo dos escritores, poetas e estudantes.

Pois é, parece que a Ninfa Minta de alguma forma tem a proteção de Mercúrio (Hermes), pois ajuda a mente, libera o pensamento e, além disso, posso contar um segredo para vocês, mas que deve ser considerado com responsabilidade.

Existem estudos de que a hortelã pimenta pode ajudar em casos de pessoas que têm problemas paralisantes, ou seja, traumas, a encontrar respostas no inconsciente, outras advindas inclusive de vidas passadas através de sonhos ou imagens que surgem espontaneamente em nossa mente.

Tudo isto, apesar de, em muitos casos não ser considerado, é bom anotar e respeitar tais ideias ou sonhos, pois pode estar aí a solução de problemas antigos.

Por ser uma erva fria e seca é excelente para casos de excesso do Elemento Fogo, que pode ser responsável por febres, inflamações, raiva, ansiedade, nervosismo e todos os problemas ligados às emoções quentes como a raiva e impulsos incontroláveis que podem nos levar a fazer bobagem, tipo paixões avassaladoras, ok?

Recomendo para ambientes onde haja brigas, exaltação de ânimos e pessoas que falam demais, não permitindo-se ouvir o que o outro tem a dizer.

Caracteriza-se como excelente repelente de mosquitos, baratas, formigas e aranhas. Entretanto, o grande segredo para quem mora em casas ou apartamentos térreos – plante hortelã pimenta em sua horta ou faça uma tintura forte com erva fresca e álcool de cereais,  colocando gotas do óleo essencial para afastar ratos de sua residência.

No meu caso, quando morava em casa, usava o óleo puro nos cantos do jardim, do quintal e para garantir, enchia a casa de tintura com gotas do óleo essencial. “Seguro morreu de velho”, diziam os antigos.

Nem preciso dizer, que gripe não chegava, briga não rolava e ratos??? Deus me livre e guarde!!! Agradeço até hoje, nem nunca vi um passar por perto, mas… na casa dos vizinhos já não posso dizer o mesmo… Peninha, né? Mas ensinei meu segredinho. É para isso que serve sabermos de algo, para contribuir, passar, espalhar conhecimento. Se guardarmos só para a gente, sabe o que acontece? Estagnação e aí você precisará de hortelã pimenta para dar fluxo à sua vida, ok?

Quer uma dica? Pessoas muito ingênuas devem fazer uso desse óleo essencial. Quem sabe não se livra da perseguição e corre o mundo, se torna eterna e necessária como aconteceu com a ninfa, que hoje é a Menta?

Hora dessas volta para contar seu uso para rituais de limpeza, tá?

Artigo escrito por Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é perfumeterapeuta com experiência na elaboração de perfumes personalizados segundo o equilíbrio dos 4 Elementos. Seu trabalho define-se como "Aromaterapia e Espiritualidade.

Comentários

Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é professora de inglês por formação e aromaterapeuta por vocação. Escolheu dentre todas as possibilidades que a Aromaterapia apresenta, elaborar perfumes personalizados como item de “cuidados pessoais”. Para tal utiliza diversas ferramentas de investigação energética e emocional, fazendo anamnese profunda e testes olfativos. Dentre tais ferramentas podem ser encontrados a Carta Natal do cliente, o estudo dos setênios ou a leitura de oráculos com abordagem alquímica. Todos os produtos são elaborados com ervas e óleos essenciais da melhor qualidade, sem quaisquer aditivos químicos.

E-mail para contato

Formulário

Sua opinião é muito importante para nós. Envie uma mensagem através do nosso formulário abaixo.