8 de maio de 2018

Tendências de 06/12/05/2018: O verdadeiro soberano sabe a hora de curvar-se.

Curvar-se diante do inimigo, mais do que estratégia, pode ser um ato de sabedoria.

Um poderoso rei resolveu visitar um reino distante e amigável, pois tempos havia que os dois reinos não celebravam o encontro. Por medo de sua integridade e segurança, saiu em sua jornada de forma humilde e discreta. O branco foi o que melhor lhe uniformizava, trazia a discrição necessária, a imagem de bom trato e a intenção apaziguadora de sua visita, sem ostentações e sem oposições.

Ao longo de sua caminhada, lenta e contínua, esse rei deparou-se com algumas armadilhas de malandros que tinham a informação de quem ele era. Esses malandros pediam ajuda ao rei bondoso e sábio para que o ajudassem a carregar colheitas pesadas e pedras para erguerem moradias. Como era seu dever de monarca, o bom rei, ajudou sem hesitar, sujando seus trajes simples e brancos.

Depois de tanto ajudar os falsos necessitados pelo caminho e já sujo e molambo a ponto de se misturar com a plebe, recebeu esse seu último pedido de ajuda, que era para que amarrasse um cavalo solto, que provavelmente se perdera. No ato de sua bondade, foi confundido com uma meliante, ladrão daquilo que simbolizava o poder e o luxo do povo desse reino amigo. Assim, sem ao menos se identificar, aceitou o fato de ser condenado à prisão e por lá viver durante longos anos.

Com isso, a diplomacia que antes havia entre os reinos, agora havia sido rompida, e o rei que iria receber a visita, levou anos para descobrir o motivo de tal traição. Entretanto,  chegou o dia em que soube que havia entre seus prisioneiros, nada mais, nada menos do que alguém de sua mais alta consideração e hierarquia. Mais ainda, havia entre seus prisioneiros, alguém que soube colocar todo seu poder e orgulho de lado, para aceitar as regras do reino amigo, por mais injustas que fossem.

Após liberto, podemos imaginar que os dois reinos até voltaram à cordialidade. Mas sabemos com isso que toda imposição é burra, todo limite tem que ser respeitado e que mais nobre é aceitar que por vezes é melhor esperar que o mal-entendido se desfaça do que lutar contra algo inexplicável.

E nessa ordem seguimos as tendências do período, onde muita força masculina do fazer, do trabalho e até da força está sendo imposta, mas que pode ser vencida pela diplomacia, inteligência e paciência.

As amizades estão em risco, então não perca algo valioso por apenas uma atitude errônea.

E seja, por visita, por cordialidade, por romantismo, viaje com a certeza de que encontramos sempre pela frente, muitos malandros que zombam de nossas pegadas.

E se precisam ocultar alguns de seus encontros, ou até mesmo alguns de seus atos, o façam em nome da preservação, nunca por omitir seus deslizes e seus erros.

Quando o branco lhe cai bem, não há sujeira que impregne nele.

Vista-se de humildade, calce-se de perseverança e guie-se pelo seu destino. Aceitando e aguardando, que a verdade sempre triunfa.

Curve-se, por mais soberano que seja. Pois só os não maleáveis quebram.

Óleo essencial: Ho Leaf

 

Artigo escrito por Marcelo Barroca

Marcelo Barroca Assertividade. Intuição. Humanidade. Assim se caracteriza seu trabalho como Oraculista. Tradução de símbolos arquetípicos com a marca de quem ama e respeita o que faz.

Comentários

Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é professora de inglês por formação e aromaterapeuta por vocação. Escolheu dentre todas as possibilidades que a Aromaterapia apresenta, elaborar perfumes personalizados como item de “cuidados pessoais”. Para tal utiliza diversas ferramentas de investigação energética e emocional, fazendo anamnese profunda e testes olfativos. Dentre tais ferramentas podem ser encontrados a Carta Natal do cliente, o estudo dos setênios ou a leitura de oráculos com abordagem alquímica. Todos os produtos são elaborados com ervas e óleos essenciais da melhor qualidade, sem quaisquer aditivos químicos.

E-mail para contato

Formulário

Sua opinião é muito importante para nós. Envie uma mensagem através do nosso formulário abaixo.