24 de maio de 2018

Santa Sarah Kali e nós

Santa Sarah, assim como apontou o caminho às três Marias, nos mostre a direção que devemos seguir.

Santa Sarah, Padroeira dos ciganos,

Sou cigana, como tal, filha das estrelas que brilham em meus próprios olhos;

O vento sou eu, que levo para longe o que não acrescente à luz que escolhi como Caminho;

Sou o vento que traz para perto de todos nós, a chuva que molha a terra, trazendo prosperidade;

Se algo sair do equilíbrio, não hesito em transformar-me em tempestade;

Sou o Sol que é pai, que aquece, ilumina a consciência, mas pode queimar se exagerar, portanto não abuse!

Quando sou Lua reflito a luz de suas emoções no centro de ti. Neste momento, você não as rejeita, pois mãe de todos eu sou;

Acolho seu sentir, recolho suas lágrimas, e ilumino apenas o necessário para que sigas seu caminho pela floresta de seus pensamentos;

Mãe nem boa nem má, apenas sou seu ponto de vista – depende de onde você esteja para ver-me e, por sua vez também acolher-me .

Meus pés não precisam de calçados quando na floresta estou;

A terra e seus nutrientes me alimentam o centro de baixo; o céu e suas substâncias  alimentam-me o centro de cima;

Eu sou centro de mim mesma, de meu universo que é o mundo inteiro;

Aniversário de Sarah na Terra, dia de celebrar o cigano de todos nós;

Somos ciganos na vida, procurando nosso lugar no mundo, tomando consciência de que  mundo somos;

Nossa riqueza, nossos ouros, carregamos nos dentes dos homens, nas medalhas penduradas em seus cordões, nos braços e dedos das mulheres;

Tal riqueza  é o coração que faz pulsar a medalha onde trazes impresso o amor; tal riqueza é o sorriso que abre as portas do mundo; prósperas são as mãos das mulheres que com seus braços e dedos colhem da terra seu eu mais profundo;

Dali tiram  alimento e medicina. Transmutam com o seu brilho a essência mais profunda de quem lhes cruza o caminho;

Um dia foram chamadas de sequestradoras de crianças. O que não disseram é que a humanidade tentou sequestrar a criança  que há em em ti;

Nós ciganos levamos a culpa, por preconceito. O que não contavam é que saberíamos, como sabemos, lidar com a sombra que nos imputaram. Fizemos disso nossa luz, tanto assim é, que as guardamos em nosso seio; trabalhamos para devolver o sorriso das crianças que há dentro de cada ser humano;

Nosso brilho está no centro de cada um de nós. E o ouro?  Carregamos na alma, somos nós, os filhos de Sarah.

Vamos trabalhar pela Humanidade carente de crianças, das ervas que curam o amargo dos homens;  da dança dos rios, da música dos pássaros e da força do mar, que também somos nós!

Nossas rodas em movimento estão. Em direção ao nosso destino.

Destino este visto em todas as cartas, na borra do café, nos céus pela posição dos astros e na palma de tuas mãos:

É o amor, a paz, a união. Da Luz viemos, à luz voltaremos, um dia…

Enquanto isso, ciganamos pelo mundo com nossa música, nossa arte e alegria!

Mãe, nossas carroças estão prontas, os cavalos selados, ilumine nossos Caminhos!

Optcha!

Artigo escrito por Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é perfumeterapeuta com experiência na elaboração de perfumes personalizados segundo o equilíbrio dos 4 Elementos. Seu trabalho define-se como "Aromaterapia e Espiritualidade.

Comentários

Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é professora de inglês por formação e aromaterapeuta por vocação. Escolheu dentre todas as possibilidades que a Aromaterapia apresenta, elaborar perfumes personalizados como item de “cuidados pessoais”. Para tal utiliza diversas ferramentas de investigação energética e emocional, fazendo anamnese profunda e testes olfativos. Dentre tais ferramentas podem ser encontrados a Carta Natal do cliente, o estudo dos setênios ou a leitura de oráculos com abordagem alquímica. Todos os produtos são elaborados com ervas e óleos essenciais da melhor qualidade, sem quaisquer aditivos químicos.

E-mail para contato

Formulário

Sua opinião é muito importante para nós. Envie uma mensagem através do nosso formulário abaixo.