7 de maio de 2017

Afinal, o que é um perfume alquímico? ou A magia do três

Perfumes com propósito único. Parece mágica, Entretanto é apenas o resultado de estudos, amor e compromisso.

Todo perfume é resultado de uma alquimia. São transformações, misturas de uma substância com outra, que resultará em uma terceira. Outro produto, outras propriedades. É o que chamamos de sinergia.

Entretanto, quando nos referimos a perfumes alquímicos, estamos falando da alquimia da alma, que é o nosso trabalho. Misturar os óleos essenciais que irão transformar-se em algo que deverá servir perfeitamente para equilibrar aquilo que precisa ser transmutado na alma humana.

Quase todas as pessoas que se interessam pelo assunto, já sabem que  os perfumes têm três notasnotas baixas, responsáveis por dar peso ao perfume, fixando-o por mais tempo na pele; notas altas, que são aquelas que sentimos primeiro ao aproximarmos o frasco de nosso nariz, e as médias, que ligam-se às outras duas.

Se estivéssemos falando de pessoas, a nota baixa seria aquela que tem os pés no chão, mais calada, introvertida, tímida até. Ela se mantém firme em suas convicções, não gosta muito de ficar dando pinta por aí, permanece quieta no canto dela, só observando, mas fica até o final da festa.

A nota alta, por sua vez, é aquela pessoa que chega se exibindo mesmo, não tem vergonha de se expor, e já avisa, “estou aqui, olhem para mim!” É a extrovertida, líder da turma. Em compensação, ela chama atenção, fala alto, é espalhafatosa, faz seu show e vai embora, não permanece.

E a nota média é a amiga que contemporiza a situação, faz o papel de conciliadora, é o elo que liga as duas amigas e tenta não tomar partido. Ela tem livre trânsito entre os dois polos. Sua importância é fundamental.

Essas notas olfativas também são conhecidas como nota de cabeça – a alta; nota de cauda – a baixa; e a nota média é chamada de nota de coração. Assim são chamadas devido ao grau de volatilidade, a alta evapora mais rapidamente e a baixa demora mais tempo na pele.

O interessante é notar que quando comparamos com o corpo humano, usando a nomenclatura “cabeça, coração e cauda, não notamos, mas estamos aprendendo um pouco sobre a alquimia do perfume.

As notas olfativas chamadas de “cabeça” são aquelas mais cítricas e, realmente, sua área de atuação preferida é a parte mais alta do corpo, ou seja, a cabeça. Um bom exemplo é o óleo essencial de limão siciliano.

As notas médias, são aquelas que ficam entre as duas amigas, lembram? Ela é amorosa, tem um bom coração e é ali que gosta de atuar, equilibrando, trazendo doçura, conforto emocional e alento ao ambiente, no caso, o nosso centro do peito, o coração. Excelente exemplo é o óleo essencial de rosa marroquina.

E por fim, as notas baixas, que agem principalmente, do tronco para baixo. Podemos citar como exemplo, a maioria das resinas. Escolhemos o benjoim que atua também no baço e no pâncreas, além de outras funções que exerce por todo o corpo, de forma muito eficaz, tanto assim que seus efeitos sutis são conhecidos desde a Grécia e Roma Antigas.

Esses são exemplos simples. Quando citamos tais óleos, não significa que atuem apenas nas áreas exemplificadas. Então, enfatizamos a palavra principalmente, ok?

A rosa atua no corpo físico inteiro, além de energeticamente alcançar os corpos sutis.

O mais importante de tudo isso, é que podemos fazer uma comparação das três notas para entender melhor como funciona o nosso trabalho. Usamos o exemplo apenas para ilustrar, e oportunamente disponibilizaremos material em curso para melhor compreensão e utilização, que garanto, facilitará a descoberta de muitas respostas nos níveis físico, emocional e espiritual.

Poderíamos ainda comparar com as três substâncias da AlquimiaMercúrio, mais volátil, movimento de expansão, atua da área do pescoço para cima. Sal é a amiga responsável pela comunicação entre as outras duascirculação -, equilibrando as coisas, portanto é a nota de coração. E a substância Sulfur, que tem movimento de contração, corresponde à parte mais baixa do corpo.

Passado, presente e futuro também fazem parte dessa magia e do objeto de nosso estudo. Entretanto, com uma abordagem diferente.

Através do óleos essenciais, nós, Marcelo Barroca e eu, desenvolvemos uma técnica para percebermos passado, presente e futuro. Utilizamos essa nomenclatura “passado, presente e futuro” apenas para ilustrar, já que vemos o indivíduo como um continuum, que consiste em Causa, Comportamento e Consequência, esta última vista nos  corpos sutis e  nos chakras.

Sim, a Causa vem sempre de algo já acontecido, portanto, passado. Estes são os registros de eventos em forma de problemas, traumas, ou mesmo alegrias que constituem a biografia energética do indivíduo.

O Comportamento, (que também não deixa de ser uma consequência),  abrange atitudes, emoções e manifestações físicas, pode ser visto no presente, razão pela qual o cliente se encontra diante de sua situação atual; e a Consequência, será o resultado daquilo que encontraremos como símbolos mostrados pelos próprios óleos essenciais e seus arquétipos.

Nas notas baixas, aquelas que perduram, podemos comparar com a energia da Causa – o passado; nas notas médias temos o símbolo do Comportamento  – presente – expresso pelas nossas  emoções que precisam ser mnifestadas; e finalmente chegamos à Consequência, o potencial futuro expresso através de nosso chakra laríngeo, desvendando o mistério do símbolo vivenciado até então, liberando a energia do vir a ser, ou seja, nosso futuro em potencial.

E o perfume alquímico? Serão gotas de sua história, cada óleo essencial escolhido representando uma fase, um assunto, uma energia com o potencial que precisa se manifestar naquele momento. Para isso, teremos que descobrir e considerar as três notas, as três substâncias e os 3 “C”s – Causa, Comportamento e Consequência, ou o terceiro “C” seria Cura?

Vocês leram o post sobre o tarot alquímico? Pois é, nós utilizamos nossos oráculos como ferramenta de apoio, quando necessário, ou por escolha do cliente. O Marcelo Barroca trabalha com o baralho cigano e o baralho tradicional com maestria, e eu… bem, já falei lá no post, mas um dos oráculos que utilizo é o tarot de Marselha e As Cartas dos Grandes Mestres, apenas para citar alguns.

Fotos: Creative Commons – Aura: Bpudinesh (Own work) [CC BY-SA 4.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0)], via Wikimedia Commons

Artigo escrito por Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é perfumeterapeuta com experiência na elaboração de perfumes personalizados segundo o equilíbrio dos 4 Elementos. Seu trabalho define-se como "Aromaterapia e Espiritualidade.

Comentários

Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é professora de inglês por formação e aromaterapeuta por vocação. Escolheu dentre todas as possibilidades que a Aromaterapia apresenta, elaborar perfumes personalizados como item de “cuidados pessoais”. Para tal utiliza diversas ferramentas de investigação energética e emocional, fazendo anamnese profunda e testes olfativos. Dentre tais ferramentas podem ser encontrados a Carta Natal do cliente, o estudo dos setênios ou a leitura de oráculos com abordagem alquímica. Todos os produtos são elaborados com ervas e óleos essenciais da melhor qualidade, sem quaisquer aditivos químicos.

E-mail para contato

Formulário

Sua opinião é muito importante para nós. Envie uma mensagem através do nosso formulário abaixo.