19 de novembro de 2016

Personalidade olfativa – sempre viva – (Helicrysum italicum)

Saindo do deserto da alma, onde tudo é seco, difícil e sem vida, caminhando em direção de si mesmo e recolorindo a Vida com o espectro solar.

Essa flor tem como principal característica o movimento do que estava estagnado. Imagine uma pessoa ativa que tenha o costume de se movimentar o dia inteiro e que por alguma circunstância, seja obrigada a ficar parada numa única posição durante um longo período de tempo.

Suas pernas e braços parados, a mente funcionando acelerada… Na hora em que ela desse o comando para levantar e andar, primeiramente poderia não sentir as pernas, depois sentiria dores e caminharia vagarosamente.

Doeria, mas conforme ela fosse caminhando, sentiria de novo as pernas, aceleraria o ritmo da marcha aos poucos até perceber que estava correndo, se sentindo livre, valorizando cada músculo, célula, osso, veia, enfim, dando valor ao presente que é a Vida. Ela entra em seu estado positivo, natural.

Ela já pode perceber cada inspiração, cada expiração e movimento de seu corpo. Descobriu que até aquele momento julgava as pessoas espontâneas que aparentassem alegria. Não acreditava em felicidade, e afirmava que toda forma de simpatia teria alguma finalidade escondida. Era uma pessoa desconfiada, de atitude amarga e fria.

Mas e o contrário? Pensa que ela gostava de pessoas que demonstrassem sensibilidade? De jeito algum. Detestava, pelo simples motivo de ver a si mesma através da dor do outro. Considerava emoção uma fraqueza. Se admitisse existir dor, teria que lidar com a sua própria.

Esta pessoa percebe que até então estava em um estado letárgico de alma, não era o corpo que estava paralisado e sim seu processo evolutivo em todos os sentidos. Ela estudava muito e, portanto julgava-se capaz de “estudar” o ser humano, tendo sempre um rótulo para pregar nas pessoas, classificando sentimentos, atitudes e personalidades, sempre julgando com mão pesada. Pessoa apegada demais aos seus próprios preconceitos e crenças, na realidade, (des) crenças.

Até que um dia ela se depara com a realidade vendo-se por inteiro, como se sorvesse uma taça com um líquido precioso contendo gotas de si mesma. Neste dia abre-se o fluxo das lágrimas, propiciando a limpeza das emoções tóxicas, as veias se dilatam, permitindo que o sangue circule livremente e oxigene seu cérebro. Os pensamentos podem fluir em direção de seu coração, que bombeia com mais força e vontade de viver, alcança a compaixão, o perdão e admite o Amor, finalmente.

Tudo foi alquimizado como numa perfeita cura pelo semelhante. Ela era seca, “esquentada”, sempre irritadiça e briguenta por natureza. Ao contatar com o Fogo vital que habitava em si, derreteu todas as barreiras, a vida agora flui na direção que ela quer.

Esta é a sempre viva, que mesmo na adversidade manteve-se firme no propósito de alcançar um mínimo de autoconsciência. Neste momento teve a coragem necessária para procurar sua verdadeira Natureza. Bastou olhar seu reflexo no Sol, que no caso aqui foi propiciado pelo uso do próprio óleo essencial. A autoaceitação mostrou a mais bela realidade, alguns laços de alma foram estabelecidos e outros reestabelecidos em substituição aos nós emocionais que até então faziam parte de sua vida.

Esta é a personalidade da sempre viva, que apesar de ser um óleo essencial que não utilizamos com muita frequência, tivemos alguns casos atendidos em consultório que nos permite falar como se realmente uma pessoa fosse.
Indicado somente quando percebemos estar diante de alguém que tenha assumido o compromisso consigo mesmo de se “pegar de volta” e ter o controle de sua vida, até onde isto é possível. Compromisso com a verdade pessoal.

Está pensando que é um óleo perigoso? Absolutamente! Contudo, no nível emocional e energético ele é extremamente assertivo, portanto requer um acompanhamento mais de perto. E realmente o prazer é nosso – o de ver reflorescer um novo ser que estava em estado latente vir à luz e colorir a própria vida e a de quem esteja por perto.

Fórmula para rechaux:

3 gotas de óleo essencial de sempre viva
3 gotas de o.e. de camomila romana
1 gota de o.e. de hortelã pimenta

Use durante o dia no rechaux até às 18 horas. Lembre-se de anotar os sonhos.

Artigo escrito por Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é perfumeterapeuta com experiência na elaboração de perfumes personalizados segundo o equilíbrio dos 4 Elementos. Seu trabalho define-se como "Aromaterapia e Espiritualidade.

Comentários

Valéria Trigueiro

Valéria Trigueiro é professora de inglês por formação e aromaterapeuta por vocação. Escolheu dentre todas as possibilidades que a Aromaterapia apresenta, elaborar perfumes personalizados como item de “cuidados pessoais”. Para tal utiliza diversas ferramentas de investigação energética e emocional, fazendo anamnese profunda e testes olfativos. Dentre tais ferramentas podem ser encontrados a Carta Natal do cliente, o estudo dos setênios ou a leitura de oráculos com abordagem alquímica. Todos os produtos são elaborados com ervas e óleos essenciais da melhor qualidade, sem quaisquer aditivos químicos.

E-mail para contato

Formulário

Sua opinião é muito importante para nós. Envie uma mensagem através do nosso formulário abaixo.